A segunda travessia Ilha Montão de Trigo foi um sucesso.
O dia começou cedo e já às 5h da manhã o sol despontava avermelhando o céu, prenúncio de que seria um dia bonito.
Nos encontramos na praia de Bora Bora às 6h da manhã, onde o George fez um briefing sobre a prova e conduziu uma oração. Em seguida fomos aos barcos que nos levariam até a Ilha Montão de Trigo.
O mar estava liso e o dia ensolarado. Fomos acompanhados por um grupo de golfinhos, que acredito ser da espécie boto-cinza. Eram muitos e ficaram uns bons minutos protagonizando um espetáculo da natureza.
Chegamos à ilha. O mar estava com uma visibilidade incrível e a temperatura da água amena, na casa dos 27C. Muitos cardumes de diferentes espécies de peixes e corais embelezavam o ponto de largada.
Durante uns 4km nadávamos no aquário do Éden. Agua quente, sol, corrente favorável e sem vento. Parávamos para esperar os outros e assim reunir o grupo e nadarmos todos juntos. Enquanto esperávamos, aproveitamos para hidratar, tirar fotos e admirar as centenas de peixes que nos acompanhavam.
Porém a partir de um certo ponto as condições mudaram. Entrou uma correnteza e vento contrários ao nosso trajeto, prenúncio do dilúvio que assolou o estado de SP no dia seguinte. O mar ficou muito mexido com ondas nos empurrando no sentido oposto ao que tínhamos que ir.
O ritmo de evolução reduziu bastante e já não dava mais para esperar o grupo, pois cada segundo parado significava voltar tudo o que se havia nadado. Se nadando já me senti numa máquina de lavar roupa, imagino o quanto balançaram os barcos que faziam nosso apoio. Em algumas circunstâncias imagino que nadar seja mais fácil que fazer o apoio.
Em algum momento vi que tinha nadado 10km num intervalo de 4h09m, ou seja um ritmo muito lento para o que eu estou acostumado se comparado aos meus treinos, fato que demonstra a condição adversa que estávamos enfrentando.
Mas a chegada estava perto, faltavam 2km e já era possível avistar a Ilha do Maracujá e a praia de Bora Bora. Esses 2km finais consegui cumprir em 1h03m, totalizando 12km em 5h12m.
A título de comparação, em 2018 nadamos um trajeto do meio da praia de Boracéia até a Ilha Montão de Trigo que totalizava 13,5km em cerca de 3h30m. Nessa ocasião nadamos num dia chuvoso e com altas ondas.
Isso é válido para refletir. Talvez um dia ensolarado e bonito pode ser mais perigoso que um dia chuvoso e frio, assim devemos sempre respeitar o mar.
Mas felizmente nosso grupo era composto por atletas experientes e tudo correu muito bem. Essa prova não deve ser feita por novatos no esporte, pois exige capacidade física e mental.
Parabéns a todos e muito obrigado a toda equipe de apoio. Obrigado George por capitanear mais esse belíssimo evento.
Nos vemos na próxima.